segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Muda-me, Senhor!

E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Rm 12:2

Você já reparou que quando pedimos a Deus uma transformação do nosso modo de falar, de pensar e de agir o que obtemos é sempre o silêncio?
E já encontrou as respostas para os seus Por quês???
Por que Deus não me responde? Por que Ele não faz nada a respeito? Por que eu continuo assim?
Não são poucos os que se frustram ao enfrentarem situações como esta. Mas qual seria o motivo?
O versículo em destaque nos traz a resposta. Em Rm 12:2 Paulo não diz que Deus irá nos transformar, ele diz "transformai-vos". Isso indica uma ação que cabe a cada indivíduo. Se transforme mudando seu modo pensar.
Nós não temos mérito algum quanto a nossa salvação (Ef 2:8), mas isso não significa que devemos deitar e esperar que Deus faça todas as coisas. Afinal, Ele já fez tudo por nós. Sua obra redentora foi consumada em Cristo Jesus. Mas para mudarmos, precisamos renunciar nosso modelo antigo, o velho modo de pensar, o velho homem (Ef 4:22).
Portanto, se cremos em Jesus e o recebemos como Senhor e Salvador, devemos passar a viver em conformidade com aquilo que Ele é, com o que nos ensina por meio de sua Palavra. É necessário, contudo, que esteja claro, que isso depende unicamente de nós.
Em Efésios 4:25-31, o Apóstolo Paulo continua falando de mudança, porém, dessa vez expõe de maneira mais clara o que deve ser deixado para trás. No versículo 23 torna a fazer menção de uma mudança da mente e, no 24 convida-nos a um revestimento "do novo homem, que segundo Deus foi criado em verdadeira justiça e santidade".
Descobrir de repente essas coisas pode ser um pouco drástico para quem há muito tempo espera por uma mudança da parte de Deus. Mas, uma vez que compreendemos isso, não temos motivos para nos sentirmos sozinhos neste propósito, pois, embora a mudança seja de nossa responsabilidade, podemos contar com a ajuda de Deus. Jesus disse que estaria conosco todos os dias até a consumação dos séculos, e essa promessa se cumpre por meio do Espírito Santo que em nós habita (I Co 6:19).
Logo, em nossas orações não devemos pedir a Deus que nos mude, mas que nos ajude nesse processo. Precisamos nos esvaziar conforme o exemplo de Cristo (Fp 2:5-8), e assim nos submeter a vontade de Deus. Não se pode encher um recipiente que já está cheio e como nos diz a Física: "Dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço". Mas se nos esvaziarmos de nós mesmos e atendermos Aquele que bate na porta (Ap 3:20) então seremos cheios dEle e teremos a desejada transformação. 
Ao final desta reflexão podemos entender que a resposta já nos foi dada por meio da infalível Palavra de Deus. Precisamos participar de maneira ativa da transformação que almejamos no Senhor e este, é um processo contínuo. Mas enquanto nos esvaziamos de nossa velha natureza, Deus nos encherá com sua Gloriosa Presença!!!

Graça e Paz!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário